sexta-feira, 19 de abril de 2013

Transmissão do vírus H7N9 entre humanos sem


"Embora desconheçamos a fonte da infeção, neste momento não há provas de uma sustentada transmissão de humano para ser humano", disse Michael O'Leary, representante da OMS na China, citado pela agência France Press.
A preocupação surgiu em Xangai depois de dois filhos de uma das primeiras vítimas mortais do novo surto de gripe aviária terem contraído doenças respiratórias, mas as autoridades sanitárias chinesas negaram que os dois casos estejam relacionados com o vírus H7N9.
A OMS confirmou aquela avaliação.
"Os laços familiares levantam a possibilidade de uma transmissão de humano-para-humano, mas em ambos os casos isso não foi laboratorialmente confirmado", disse O'Leary.
O primeiro caso de contaminação de um ser humano pelo vírus H7N9 na China foi anunciado há apenas uma semana.

Transmissão do vírus H7N9 entre humanos sem